Home / Destaque / Unidade Cristã não é opcional, diz Papa Francisco

Unidade Cristã não é opcional, diz Papa Francisco

Onde estará a liberdade religiosa quando todos tiverem que aceitar esta tal unidade cristã?
Unidade
Rezar a fim de que todos os cristãos voltem a ser uma única família. Esse é o convite do Papa Francisco em seu apelo em prol da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, tradicionalmente realizada no hemisfério norte de 18 a 25 de janeiro.

Após a catequese de hoje, Francisco recordou o início do evento, cujo tema para 2019 é inspirado no livro de Deuteronômio: “Procurarás a justiça, nada além da justiça” (Dt 16.11-20). O Santo Padre destaca que o ecumenismo não é algo opcional.

“Também este ano somos chamados a rezar, a fim de que todos os cristãos voltem a ser uma única família, coerentes com a vontade divina que quer “que todos sejam um” (Jo 17, 21). O ecumenismo não é algo opcional. A intenção será aquela de amadurecer um comum e concorde testemunho na afirmação da verdadeira justiça e no apoio dos mais frágeis, mediante respostas concretas, apropriadas e eficazes”, disse o Papa.

A Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos é promovida mundialmente pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos e pelo Conselho Mundial de Igrejas.

No hemisfério sul, a Semana é realizada na semana que antecede a celebração de Pentecostes; em 2019, será de 2 a 9 de junho. No Brasil, as atividades relacionadas ao evento são coordenadas pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC). Fonte: Canção Nova

Nota:
“A vasta diversidade de crenças nas igrejas protestantes é por muitos considerada como prova decisiva de que jamais se poderá fazer esforço algum para se conseguir uma uniformidade obrigatória. Há anos, porém, que nas igrejas protestantes se vem manifestando poderoso e crescente sentimento em favor de uma união baseada em pontos comuns de doutrinas. Para conseguir tal união, deve-se necessariamente evitar toda discussão de assuntos em que não estejam todos de acordo, independentemente de sua importância do ponto de vista bíblico.

Carlos Beecher, em sermão pronunciado em 1846, declarou que o ministério das denominações evangélicas protestantes “não somente é formado sob terrível pressão do mero temor humano, mas também vive, move-se e respira num meio totalmente corrupto, e que cada instante apela para todo o elemento mais vil de sua natureza, a fim de ocultar a verdade e curvar os joelhos ao poder da apostasia. Não foi desta maneira que as coisas se passaram com Roma? Não estamos nós desandando pelo mesmo caminho? E que vemos precisamente diante de nós? Outro concílio geral! Uma convenção mundial! Aliança evangélica, e credo universal!” — Sermão sobre: A Bíblia Como um Credo Suficiente, pronunciado em Fort Wayne, Indiana, a 22 de fevereiro de 1846. Quando, pois, se conseguir isto nos esforços para se obter completa uniformidade, apenas um passo haverá para que se recorra à força.

Quando as principais igrejas dos Estados Unidos, ligando-se em pontos de doutrinas que lhes são comuns, influenciarem o Estado para que imponha seus decretos e lhes apóie as instituições, a América do Norte protestante terá então formado uma imagem da hierarquia romana, e a aplicação de penas civis aos dissidentes será o resultado inevitável.” O Grande Conflito, 445-445

O mundo caminha rapidamente para o desfecho final e o que parece ser algo bom para os cristãos, logo aparacerá em seu verdadeiro caráter. Os próximos passos do reino das trevas é a unidade religiosa – ecumenismo, e em seguida a formação da imagem da besta, só então muitos que hoje buscam esta ilusória unidade perceberão que caíram numa armadilha de Satanás. “Vede que ninguém vos engane” (Mateus 24:4), continua sendo um precioso alerta de Cristo para a Sua igreja.

Veja Também

Censura

Internet e censura aos cristãos, alerta pastor – vídeo

Compartilhar no WhatsappNo vídeo gravado e publicado no Canal do YouTube Defesa do Evangelho, o ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>